15 perguntas de gestão de riscos para entrevista de emprego


Hoje iremos retornar à série de artigos sobre gestão de riscos em projetos, que foi iniciada no dia 30/03/20. O primeiro tópico foram 8 artigos, abordando conceitos importantes de risco. A partir de agora, iremos entrar no tópico sobre os profissionais que trabalham com gestão de riscos. Neste artigo irei listar as 15 perguntas que devem ser realizadas durante uma entrevista de emprego na hora de contratar um profissional para esta área.


Entretanto, caso seu projeto não comporte/requisite um profissional específico para esta área e sim um colaborador que irá absorver estas funções, você pode utilizar estas perguntas, que serão listadas, para procurar o melhor membro da equipe que se adeque ao cargo em questão.



Então vamos lá:


1. Conte-me sobre sua experiência na preparação e apresentação de avaliações e relatórios de riscos.


Ser capaz de se comunicar por escrito é uma habilidade fundamental para qualquer pessoa em uma função que envolva gerenciamento de riscos. Esta pergunta o ajudará a entender como eles prepararam a documentação de riscos. É importante avaliar se os seus candidatos tiveram a experiência de participar de um projeto onde o relatório de risco fez parte do relatório como um todo. Caso na experiência passada o projeto no qual o seu candidato trabalhou não exigia relatório de riscos, busque saber o porquê. Geralmente nestes casos, a gestão de riscos não foi eficaz.


2. Como convencer as pessoas a levar o gerenciamento de riscos mais a sério? Você pode compartilhar um exemplo de onde você fez isso?


Embora o gerenciamento de riscos possa ser uma disciplina madura em algumas áreas da empresa, é possível que nem todos estejam a bordo ainda. Sua nova contratação precisa convencer outras pessoas dos benefícios de tomar medidas ativas para gerenciar riscos, sem parecer apenas mais um trabalho de administrador para gerentes. A maior dificuldade de um profissional de gestão de riscos é manter o time engajado no assunto. Tente entender se a falta de engajamento foi por causa da falta de patrocínio da alta gerência, ou por sua falta de habilidade em comunicar-se.


3. Você pode me contar sobre o fluxo do processo de gestão de riscos no qual participou?


É muito importante verificar os gaps entre o processo que ele desenhar com as falas durante a entrevista. Um processo mal dimensionado não é capaz de dar certos resultados que ele venha a descrever.


4. Como você se mantém atualizado sobre os últimos desenvolvimentos e tendências em gerenciamento de riscos?


O gerenciamento de riscos é uma prática em evolução, e esta pergunta da entrevista ajudará você a descobrir mais sobre o compromisso do candidato com o desenvolvimento profissional contínuo.


5. Conte-me sobre um momento em que você teve que obter informações de várias pessoas ou locais. Como você determinou quais informações eram relevantes?


As pessoas em funções de gerenciamento de riscos precisam trabalhar com outras pessoas de toda a empresa e sintetizar informações para extrair o que é realmente relevante. É uma habilidade ser capaz de examinar resmas de dados e extrair as partes necessárias para uma decisão. É um trabalho de mineração, onde diante de inúmeros dados disponíveis, o especialista tem que saber em qual lugar estará e como tornar estes dados em informação.


6. Conte-me sobre o processo de risco que você usa em sua função atual / anterior. O que você aprendeu e como você melhoraria o processo?


Você pode continuar o questionamento pedindo ao candidato que compartilhe exemplos de onde eles estiveram envolvidos na melhoria de processos e qual a diferença que suas alterações fizeram. É importante verificar se realmente o candidato fazia uma auditoria do processo, realizando o PDCA. O processo de gestão de riscos tem que ser dinâmico e auto adaptável, senão cai na obsolescência ou na falta de eficácia.


7. Você já teve que trabalhar com alguém cujo comportamento foi considerado difícil? Como você encarou a situação e qual foi o resultado?


Os gerentes de risco precisam trabalhar com vários especialistas no assunto para obter orientação em áreas especializadas, como saúde e segurança ou risco ambiental. Eles precisam ser capazes de trabalhar com sucesso com pessoas de todos os níveis da organização e criar relacionamentos profissionais com pessoas de vários departamentos. Esta pergunta irá falar sobre suas habilidades interpessoais. O especialista em risco tem que saber engajar não só aquele que acredita na disciplina de Riscos, mas também aqueles que desacreditam em sua eficácia.


8. Você pode compartilhar um exemplo de uma situação em que você teve que recomendar a implementação de planos de contingência ou medidas de gerenciamento de riscos que você sabia que seriam impopulares? Como você fez isso?


O desenvolvimento de contramedidas faz parte do papel de risco, mas nem todas as contramedidas e ações de gerenciamento de risco serão universalmente bem-vindas! Esta pergunta o ajudará a entender mais sobre como o candidato comunica notícias difíceis e qual a probabilidade de permanecerem firmes quando desafiados.


9. Como você acha que o gerenciamento de riscos contribui para a organização? Qual é o seu propósito?


Essa é uma boa pergunta para aqueles que ocupam cargos em que precisam divulgar os benefícios do gerenciamento de riscos corporativos para os negócios em geral. Se eles não podem explicar a contribuição e o objetivo para você, como eles poderão explicar adequadamente aos líderes de negócios? Faça esta pergunta para entender se o seu candidato estará alinhado com as características de uma função de gerenciamento de riscos corporativos, para que você possa ter certeza de que as visões deles estão alinhadas com as expectativas do cargo.


10. Como você determina o perfil de risco de um projeto, departamento, equipe ou empresa?


Essa é uma pergunta para entender se o seu candidato entende que os processos de gestão de riscos precisam levar em consideração a apetite e tolerância aos riscos da organização. Gestão de riscos precisa ser customizada e copiar e colar tabelas de outros projetos pode mostrar inexperiência prática do candidato.


11. Que experiência você tem com a modelagem de riscos?


Se você espera que o candidato se envolva com a modelagem técnica de riscos - seja criando modelos, interpretando resultados ou apresentando os resultados aos líderes empresariais seniores -, essa é sua chance de sondar a experiência deles. É interessante que ele saiba manusear algum software de análise quantitativa de riscos, como por exemplo Primavera Risk e @risk. Teste também seus conhecimentos de estatística descritiva e distribuição de probabilidades. Isso separará os bons dos ótimos.


12. Dê-me um exemplo de um momento em que você teve que tomar uma decisão sozinho. Qual foi o resultado?


Muitos trabalhos envolvem colaboração e informações da equipe, mas haverá casos em que o gerente de riscos precisará tomar uma decisão sozinho. Você está procurando alguém que possa ter um pensamento decisivo e rápido, se a situação exigir.


13. Descreva um momento em que você teve que agir rapidamente para impedir que uma situação se agravasse. O que você fez?


Você pode obter muitas respostas diferentes para essa pergunta. Um gerente pode descrever uma situação com um membro da equipe que estava escalando ou compartilhar um exemplo baseado em tarefa. Você está procurando clareza sobre como eles identificaram a situação como um problema e quais etapas foram tomadas para conter rapidamente o problema.


14. Descreva como você faz para manter os responsáveis pelos riscos sempre atentos aos planos de ações que foram distribuídos pela equipe


Esta pergunta irá verificar o quão foi doloroso o processo de gestão de riscos no qual seu candidato gerenciou. Saber integrar toda a equipe do projeto em prol da gestão de riscos, conseguindo demonstrar que a gestão de riscos faz parte da gestão de projetos é algo primordial.


15. Quais tipos de gráficos são interessantes monitorar para termos um bom dashboard de riscos?


Aqui você irá conseguir identificar aqueles candidatos que tem realmente visão gerencial e os que possuem uma visão mais operacional, apenas de facilitador de riscos. Um dashboard de riscos tem que ser capaz de mostrar desde a situação de um setor quanto a exposição ao risco quanto o nível de engajamento deste setor no processo.


A maioria das perguntas foi traduzida do site "tensix.com", porém foram adaptadas de acordo com a minha experiência teórica e prática sobre o assunto, tendo algumas perguntas modificadas ou então trocadas totalmente.

O próximo título a ser abordado será sobre as competências de gestão de riscos. Até a próxima e fiquem na paz!


Lugão Consultoria


www.lugaoconsultoria.com.br


Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square