• Thiago Lugão

O que é LMS – Learning Management System


Seja bem-vindo a nossa série de artigo sobre gamification. De acordo com nosso mapa mental, hoje irei abordar um conceito relacionado ao tema, mas muito mais amplo do que gamification. O LMS ou Learning Management System é uma plataforma de ensino online projetada a partir de uma metodologia pedagógica com o intuito de promover e disseminar a educação através da modalidade de ensino a distância (EAD). Ou seja, a gameficação pode estar presente nesta metodologia ou não. Entretanto, é um conceito que não pode passar em branco antes de entrarmos neste mundo da gameficação.



Então, vamos lá?


Conforme conceituei acima, o LMS é um sistema de gestão da aprendizagem, só que digital. É utilizado por instituições de ensino, empresas e órgãos especializados em treinamento. Sua principal funcionalidade é a distribuição de conteúdo a seus usuários.

As vantagens e os benefícios da utilização de um LMS para instituições de ensino é toda esta estrutura digital de conteúdo de fácil acesso ao aluno, que servirá de apoio à aprendizagem. No ambiente corporativo podemos destacar também:


· Custo de treinamento: Reduz ou elimina os diversos custos relacionados ao presencial. Lembro-me que em 2010 fiz um curso de SAP na Universidade Petrobras por um período de 1 semana. Achei isso uma inovação tremenda, pois o gestor viu a necessidade de me capacitar neste software, que me inscreveu em uma turma que era ministrada por um funcionário Petrobras com notório saber naquela ferramenta. Entretanto, não é qualquer empresa que tem a oportunidade de contar com uma Universidade para seus funcionários. Aí que entra o ambiente digital, que elimina custos de infra estrutura, deslocamento, entre outros;

· Conformidade: No ambiente digital, tudo fica sistematicamente controlado. Caso algum funcionário necessite de um treinamento, o próprio sistema informa ao gestor esta necessidade, o conteúdo e a certificação. Este sistema também monitora o prazo de validade desta certificação. Ou seja, com tudo automatizado e padronizado, não tem como ficar fora da norma e tomar uma não conformidade em uma auditoria;

· Engajamento: A constância em treinamentos corporativos tende a deixar os funcionários mais engajados, pois percebem que há uma preocupação com seu crescimento;

· Agilidade em treinamentos: Lembro-me da dificuldade que foi em conseguir conciliar a agenda de 15 planejadores para receberem treinamento em um curso de Power BI (PBI). Foram 2 meses de discussão que no final houve o cancelamento da vinda do instrutor até a empresa e o depósito de 50 reais na conta de cada um para comprar um curso de PBI na plataforma da udemy. Se existisse uma plataforma de treinamento da empresa, era só disponibilizar o conteúdo;

· Diagnóstico da organização: O LMS auxilia no diagnóstico dos colaboradores de uma organização, pois ficam armazenados diversos dados sobre os acessos, cursos realizados, tempo despendido na plataforma, etc. O LMS pode inclusive servir de informação para um gestor na hora de escolher qual profissional irá receber uma promoção;

· Novas oportunidades: O LMS pode criar novas oportunidades dentro da empresa. Existem profissionais que tem uma vontade forte de ensinar e ajudar colegas de equipes. O LMS pode criar um novo cargo ou função dentro da empresa de conteudista;

· Escalabilidade: Lembram-se do exemplo que dei acima do curso de SAP na universidade Petrobras? Este curso abria vagas de acordo com a agenda dos professores, e havia uma limitação de vagas em sala de aula, além de uma fila de inscrição enorme (6 meses). Com a LMS, existe a possibilidade de matricular centenas de colaboradores em um determinado curso, sem se preocupar com as restrições acima.


Imagino que muitos dos leitores estejam já imaginando o futuro deste tipo de sistema, como um integrador de recrutamento, ensino e avaliação de desempenho. E você não está viajando não. Já existem empresas desenvolvendo plataformas do tipo Talent Management System (TMS), ou seja, sistema de gestão de talentos. Com este sistema, nenhum colaborador será deixado para trás e não ficará sem feedback ou orientação para a sua carreira.


Portanto, se você é gestor do PMO da sua empresa e não havia pensado ainda em implementar um LMS em sua empresa, coloque este projeto na fila de necessidades. Se você está com duas propostas de emprego e não sabe qual escolher, opte por aquele que possui um LMS. Escolhas sábias no presente, garantem o lugar de sucesso que pretende estar no futuro.


Encerro por aqui o artigo de hoje. Deixe nos comentários se a sua empresa utiliza LMS, ou se já trabalhou em alguma que utilizasse. O que mais enriquece um conteúdo é a discussão que ele gera.


www.lugaoconsultoria.com.br

Fiquem na paz!

Lugão Consultoria

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo