Competências de Gestão de Riscos

Continuando ao tema Gestão de Riscos em Projetos, hoje iremos abordar as competências necessárias em um profissional que irá militar nesta área do conhecimento.

Então vamos lá:


1.Gestão Técnica de Risco


Nem é preciso dizer que as pessoas em funções de gerenciamento de risco devem ter um bom entendimento dos aspectos técnicos do gerenciamento de risco. Habilidades técnicas de gerenciamento de risco incluem:


- Habilidades analíticas;

- Tratamento de dados;

- Pesquisa e síntese de informação;

- Modelagem, por exemplo Análise de Monte Carlo e ANOVA;

- Orçamentação;

- Conhecimento das melhores práticas de elaboração e análise de cronograma;

- Avaliação de risco quantitativa e qualitativa;

- Entendimento das metodologias vigentes e conceitos de riscos;

- Elaboração de Relatórios de risco, incluindo gráficos de tornado, análise de benefícios e histogramas de nível de confiança;


Essas são habilidades que podem ser fornecidas por meio de treinamento de gerenciamento de risco, se você ainda não as tiver internamente. Nem todas as funções precisarão de todas as habilidades técnicas de risco. Uma avaliação das necessidades de treinamento o ajudará a identificar quem na organização precisa de quais habilidades. Em seguida, você pode fazer um plano para garantir que eles recebam o suporte adequado para adquirir as habilidades necessárias. O plano é importante para certificar que todos estão envolvidos nos processos, receberam os recursos necessários e entendem suas responsabilidades com o processo.


2.Planejamento das atividades de Risco


A gestão de riscos não acontece simplesmente. Ela precisa ser planejada, portanto, os indivíduos com funções de implementação da metodologia devem possuir certos tipos de habilidades. Isso inclui:


- Criação de uma estratégia de gerenciamento de risco;

- Desenvolvimento de políticas de gestão de risco;

- Criação de processos, procedimentos e protocolos apropriados para apoiar a estratégia e políticas;

- Projetar uma estrutura organizacional que funcione para a empresa, incluindo funções e responsabilidades para pessoas envolvidas na gestão de riscos;

- Ser capaz de construir consciência de risco e criar uma cultura de risco positiva;

- Estabelecer estruturas de governança de risco para supervisionar o trabalho;

- Escolha das ferramentas de gerenciamento de risco certas para o trabalho;


Grande parte do planejamento da gestão de riscos deve acontecer com o apoio da gestão executiva. É tão importante conseguir a adesão de seus planos quanto ter planos robustos em primeiro lugar. Boas habilidades interpessoais ajudarão a garantir suporte para atividades de risco em toda a empresa - e falaremos sobre isso um pouco mais tarde.


3. Medindo o desempenho de gestão de Risco


Alguém que lidera o gerenciamento de riscos deve ser capaz de avaliar o sucesso do negócio no gerenciamento adequado de riscos. Isso inclui:


- Saber quais métricas de gerenciamento de risco monitorar;

- Compreender os relatórios de risco e como melhor usá-los para comunicação;

- Revisão de avaliações de risco;

- Realizando análises e avaliações;

- Habilidade para criação de KPIs eficientes e layouts de dashboards atrativos.


Isso pode ser feito no nível do projeto, onde o gerente do projeto avalia o sucesso (ou não) das respostas aos riscos do projeto, ou no nível da empresa, de modo que as habilidades e competências exatas exigidas serão diferentes para as diferentes funções.


Uma avaliação da maturidade da gestão de riscos ajudará você a entender onde você já é forte nessas áreas e onde pode desenvolver a equipe e os processos para melhor apoiar o negócio.


4. Aprendendo com a Experiência


Uma habilidade central para funções de risco é ser capaz de digerir o que aconteceu, sugerir mudanças e realizar planos para melhoria contínua do processo. Na verdade, essa é uma habilidade útil para a grande maioria das funções de negócios!


Os gerentes de risco devem ser capazes de identificar pontos fracos nas políticas ou processos existentes e ajustá-los no futuro para torná-los adequados para o propósito. Revisões regulares, ouvir as pessoas que usam os processos e melhorar com base no aprendizado e nas melhores práticas garantirão que a organização continue a desenvolver maturidade de risco.


Aprender com a experiência também está relacionado à compreensão do resultado dos eventos de risco. Quando um risco particular leva a um resultado específico, isso deve ser revisto, avaliado e compreendido. Em seguida, os planos podem ser atualizados para que esse tipo de risco possa ser melhor gerenciado no futuro. É importante criar uma maneira de compartilhar esse conhecimento para que os gerentes de projeto sejam informados e possam selecionar a melhor resposta ao risco se virem um risco semelhante em um projeto futuro. Sabemos que as lições aprendidas são excelente fonte de identificação de riscos.


5. Soft skills para gestão de Riscos


Além das competências mais técnicas mencionadas acima, os gerentes de risco também precisam de habilidades sociais avançadas.


Na prática, as habilidades "suaves" são frequentemente as mais difíceis de acertar e são difíceis de ensinar, embora você possa melhorar sua competência nesta área por meio de autoconsciência, aprendizagem e prática.


Uma ampla gama de habilidades interpessoais é necessária para aqueles em funções relacionadas a riscos, porque o trabalho envolve trabalhadores em todos os níveis da organização, em vários departamentos. Você contará com especialistas no assunto para ações de análise e gerenciamento. As pessoas que estão acompanhando as ações de risco provavelmente não trabalharão para o gerente de risco, então é importante ser capaz de influenciar aqueles em uma estrutura matricial para que o trabalho seja realizado.


Habilidades interpessoais relevantes ('soft') para aqueles em funções de risco incluem:


- Comunicação: habilidades escritas, faladas e de apresentação, bem como boa audição;

- Influenciador;

- Negociador;

- Gestão e resolução de conflitos;

- Networking e construção de relacionamento;

- Gerenciamento de tempo;

- Liderança;

- Facilitação


Obviamente, há muito mais habilidades que as pessoas em funções de gerenciamento de risco precisam, mas as competências acima lhe darão um ponto de partida para desenvolver perfis de função ou incluir responsabilidades de gerenciamento de risco nas descrições de cargos de sua equipe existente.


As competências foram retiradas de um artigo do site tensix.com, porém este foi adaptado de acordo com a minha experiência teórica e prática sobre o assunto, tendo algumas perguntas modificadas ou então trocadas totalmente.

O próximo título a ser abordado será sobre as competências de gestão de riscos. Até a próxima e fiquem na paz!


Lugão Consultoria

www.lugaoconsultoria.com.br



Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square